COMUNICAÇÃO CONJUNTA DA DIRECÇÃO E DIRECTOR TÉCNICO

Caros Instrutores,

Face ao desenvolvimento mais recente da situação com a propagação do vírus e, também na sequência das indicações do COP e da Federação Portuguesa de Aikido – FPA, que ontem foram encaminhadas e voltamos a transcrever (*), a Direcção da ACPA, assim como o seu Director Técnico, não poderiam ficar indiferentes.

Dessa forma, foi decidido acatar essas orientações, tomando e aconselhando medidas preventivas de contenção, pelo que ficam, desde já, suspensos e adiados, para datas a acordar posteriormente, os eventos associativos previstos para o mês de Março: o Encontro para Crianças e Jovens de dia 22 de Março, já anteriormente suspenso, bem como o Yudanshakeiko com Preparação para Exames de Graduação Dan, igualmente previsto para o dia 22 de Março, ambos no dojo da Siderurgia Nacional.

Iremos também avaliar, caso a caso, as acções onde seja mais fácil observar os conselhos da DGS, tais como reuniões da Direcção, do Conselho Técnico ou dos outros Órgãos Sociais.

Recomenda-se, ainda, aos instrutores responsáveis pelos dojos associados, que possam dar seguimento às orientações traçadas superiormente pelos organismos que superintendem a nossa actividade, cumprindo e fazendo cumprir essas mesmas orientações, pois trata-se de um dever e responsabilidades cívicas de todos e cada um de nós.

Referimos que até esta data suspenderam as actividades os seguintes Clubes e dojos: UDV, SAD, CSQ, CAQ e CNG, (tendo estes suspendido todas as actividades), RSC, ADPMF, PC, SRBS e LGC (suspensão das aulas de Aikido, com avaliação contínua do desenvolvimento da situação).

Estas orientações manter-se-ão até nova decisão, sendo prestadas todas as informações e esclarecimentos aos Instrutores e Associados, pela Direcção ou pelo Director Técnico.

O Presidente da Direcção
O Director Técnico

(*) Comunicação da FPA

"Caros amigos, Relativamente à pandemia relacionada com a COVID-19, declarada esta tarde pela OMS, e aos cuidados a ter para evitar a propagação da doença, estão com certeza tão bem informados como eu, pelo que me limito a indicar dois links onde poderão encontrar informação fiável e actualizada: https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019 https://www.dgs.pt/corona-virus.aspx

De forma geral, e após contactos que ao longo do dia mantive com responsáveis da área da Saúde (nomeadamente do COP), oferece-me dizer o seguinte:

  1. Estamos perante um vírus altamente contagioso, que parece (estatisticamente falando) não apresentar risco de morte significativo para a maior parte dos infectados (com a lamentável excepção dos doentes mais idosos, ou que tenham problemas de saúde prévios);

  2. Está demonstrada a possibilidade de transmissão por portadores assintomáticos, ou que tenham sintomatologia muito ligeira;

  3. Retardar a disseminação do vírus é fundamental para evitar a sobrecarga dos serviços de saúde e a possível contaminação dos nossos mais velhos;

  4. A OMS e a DGS recomendam, especificamente, que se evite o contacto físico e se mantenha uma "distância social de segurança" de pelo menos um metro, como forma de evitar ou retardar a contaminação;

  5. Face aos dados disponíveis, é expectável que o pico da doença ocorra entre a última semana de Março e a primeira de Abril, e que na segunda quinzena de Abril já tenhamos entrado na sua fase descendente.

Face ao exposto e dadas as características da nossa prática, bem como a dificuldade em evitar o contacto próximo em locais como ginásios e clubes (recepção, vestiários, balneários...), a Federação Portuguesa de Aikido suspende de imediato todas as actividades "de tapete" (treinos, estágios, demonstrações, acções de formação...), e irá decidir caso a caso sobre a realização de eventos nos quais seja mais fácil observar os conselhos da DGS (formação em sala, reuniões, assembleias gerais...).

Até que a situação se inverta e haja luz verde da DGS para o regresso à normalidade, a FPA recomenda que os seus associados procedam de igual forma e suspendam de imediato todas as actividades nas quais não seja possível observar as regras de segurança acima citadas.

Estou ao dispor para quaisquer esclarecimentos adicionais que esteja ao meu alcance prestar.

Melhores cumprimentos,
O presidente da FPA
Miguel L. F. Sendim”